quarta-feira, 20 de setembro de 2006

Altos e baixos


Transtorno bipolar. Mais uma doença moderna que já deve existir há séculos, mas enfim colocaram um nome. Eu não sei muita coisa sobre isso, só sei que leva o indivíduo a ter constantes mudanças de estado de humor de acentuado contraste. Com a mesma facilidade que ele sente plena satisfação é atingido por uma súbita depressão.

Aí é que está o problema. O mundo que a gente vive é agitado demais. Tudo é muito rápido e constantemente somos pressionados a tomarmos decisões ágeis que podem ser traduzidas em sucesso ou fracasso - alegria ou tristeza. Também são efêmeros os momentos de satisfação. Quem nunca passou um final de semana super agradável e de repente despertou em plena segunda-feira com sabor de segunda-feira?

Acredito que todos temos uma certa bipolaridade e que talvez a modernidade seja responsável por transformar este traço natural do ser humano em um transtorno psicológico. Uma pena. O que se pode esperar para os nossos filhos?

8 comentários:

Breno Barros disse...

lá em sociologia a galera gosta de chamar essa bipolaridade de pós-modernismo

;]

carol | Homepage

Breno Barros disse...

doença moderna? eheheheh. Ah, sim, eu tenho uma receita infalível pra tudo, tu sabe. Pra não ficar doente, basta parar de tomar remédios; pra não entrar em depressão, não torcer pelo Vasco. E nossos filhos que se explodam! (isso não é uma apologia aos homens-bombas).

45iso | Homepage

Breno Barros disse...

Acho que há um exagero aqui. Veja bem: para um psicólogo todo mundo tem algum comportamento compulsivo, neurótico, obsessivo, etc. Rotulam tudo. E qual o limite da normalidade? Agora todo mundo tem algo: TDA, TDAH, TOC, TB, etc. Agora? /// Seu tracker está off-line.

Mythus | Homepage

Breno Barros disse...

essa estória do ailton de para de tomar remédios parece letra de música brega: 'pare de tomar a pírula'... não parece? (rs)

carol | Homepage

Breno Barros disse...

tinha que te mostrar: http://atom.smasher.org/error/gallery/

Mythus | Homepage

Breno Barros disse...

ahahahahahah!!! Já é o terceiro que burlou as regras do extreme: "more than words"e foi pego em flagrante. /// Carol, mas eu não tomo nem aspirina, é sério mesmo.

45iso

Breno Barros disse...

Acho que a aspirina dos nossos filhos vai ser o filtro solar..

Luís

Breno Barros disse...

a "pírula"? puxa, assim carol acaba com o fislosofo-bob-dylan-brasileiro odair josé. ;|

Bruno | Homepage