terça-feira, 7 de fevereiro de 2006

Preguiçoso não!


Tem gente que diz que eu sou preguiçoso - o que é uma grande injustiça - e outros que sou desorganizado - concordo em parte -, mas o fato é que tenho um talento especial para deixar para depois o que não gosto de fazer ou não me sinto competente para cumprir.

Isso não é preguiça, se fosse seria uma preguiça seletiva. Sou super ativo. Se pudesse estenderia o dia para 30 horas. Só assim teria as 24 que me são de direito e manteria outras seis para dormir, como de costume. Procuro aproveitar o máximo dos meus momentos de lazer, aulas, debates, conversas e tantas outras coisas que conseguem me deixar submerso de satisfação.

Durante esse período da UFPB tivemos uma greve e um recesso. Por minha vontade teria saído todas as noites. Procurei ficar atualizado no cinema, ler uns livros que estavam na estante e freqüentar as reuniões da igreja e dos amigos. Também freqüentei a locadora - nem sempre acertando a escolha - mas acredito que investi bem meu tempo, pelo menos na maioria das vezes.

Mas as pendências acadêmicas permaneceram. Não posso dizer que alcancei meus objetivos. Assim como as falíveis resoluções de Ano Novo, planejei quitar todos os trabalhos de Metodologia do Ensino da Música e os da especialização de jornalismo cultural. Agora tenho oito dias para fazer dez trabalhos de metodologia. Já da especialização falta o trabalho final, que tinha dois meses para corrigi-lo e até agora nem toquei nisso, e dois trabalhos menores dos módulos. Que dureza!

9 comentários:

Breno Barros disse...

O problema está na sua definição de preguiça. Veja: do Lat. pigritia -- s. f., aversão ao trabalho;
tendência viciosa para não trabalhar;
negligência;
indolência;
inacção;
mandriice;
-- Curtir a vida ao extremo, envolver-se em atividades lúdicas, ainda que exijam tremendo esforço físico, se não estão relacionadas ao trabalho, podem muito bem fazer parte da rotina de um preguiçoso. Mas, sinceramente, não acredito que você seja preguiçoso, o que você é, é indisciplinado, talvez um pouco mais do que eu (que já sou muito, diga-se de passagem). Descobri que esse é nosso maior inimigo. Disciplina pode fazer com que uma pessoa com menos capacidade e menos recurso seja muito mais sucedida que nós dois se não lutarmos contra nossa desordem cotidiana.

Mythus | Homepage

Breno Barros disse...

Existe um link de Hai Kai nos pontos finais do meu post.

Mythus | Homepage

Breno Barros disse...

Tem um texto muito didático sobre Hai Kai aqui. Meu post não tem nada a ver com Hai Kai! ^^ hohohoho
--

http://www.naoser.hpg.ig.com.br/hai-kai.htm

--
Te cuida! Desliga o MSN e faz esses trabalhos!

Mythus | Homepage

Breno Barros disse...

pô, o cara q levou 3 anos só pra fazer o TCC quer agora fazer os demais trabalhos acadêmicos em dia??? ahuhauhau. mas não se preocupe com isso não, breno. Isso não te faz um jornalista melhor. Vc já é foda na matéria.

ailton

Breno Barros disse...

Procrastinação, palavra que eu nem sei se existe em português, mas é isso e não preguiça o que vc descreve.

Eu conheço essa palavra muito bem...

Andrei | Homepage

Breno Barros disse...

nao eh spam, eh um mero aviso: comecei uma serie de posts sobre o recorte cultural no citricas

o cítrico | Homepage

Breno Barros disse...

Procrastinar foi uma palavra que ouvi enquanto zapeava e caí numa dessas TV Senado da vida.. Pelo contexto, já se vê q não é algo bom.. Mas indisciplina, q é o seu caso, como o de Tulio, e o meu tb, é algo a ser combatido.. Nem agenda eu aprendi a usar..

Luís

Breno Barros disse...

bora, porra, deixa de ser preguiçoso e posta alguma coisa aí.

ailton

Breno Barros disse...

tulio indisciplinado? nao me parece..

BrunO