quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Perdi o pudor

Calma, leitor. Ainda guardei minha decência. Mas perdi mesmo o pudor. O pudor que tinha em relação a posts. Antes era o maior cuidado do mundo antes de postar. Lia e relia. Não entrava post sem revisão.

E tinha mais: dificilmente postava daqui do trabalho. É certo que quando trabalhava no Portal não tinha tempo. Agora, pelo menos as primeiras horas da jornada são bem mais light. Não podia deixar de trabalhar para estar me dedicando a um blog. Agora perdi o pudor. Que meus chefes não me leiam! Brincadeira. Eu explico. Estou aguardando umas informações para começar (ou não, depende do que me disserem) uma matéria sobre o Estação Nordeste, que praticamente já acabou. Enquanto espero, tome post!

Perdi o pudor também para salvar na minha máquina em arquivos .txt tudo que postava. Eu continuo achando importante, mas posso tirar um dia para fazer esse tipo de backup. Antes, haja pudor. Agora clico ali em "publicar postagem" e um abraço! Não é à toa que estou dando conta de tantos blogs sem diminuir em nada minha produtividade neste aqui. Aliás, só aumentei. Percam o pudor! Temos que dinamizar.

5 comentários:

Breno Barros disse...

Outro motivo porque não posso ter pudor é que o Meio do Nada está tendo picos de acesso. O Extreme Tracker diz que a média é 6, mas está dando sempre mais que 12. =)

Mythus disse...

Sobre o post: Foi a falta de revisão que gerou a ambigüidade em "Estou aguardando umas informações para começar (...) uma matéria sobre o Estação Nordeste, que praticamente já acabou." ou foi proposital?

Sobre o comentário: Caiu nas graças do Google.

Taty Valéria disse...

Ixe maria! Quando vi o título pensei até que fosse outra coisa...
Desde que você continue produzindo, perca todos os pudores sim!
Beijo!

Breno Barros disse...

Não entendi a ambigüidade. O que está ambigüo? O contexto era o seguinte: eu estava aguardando informações que Lívia ia me dar pelo google para fazer ou não a matéria do Estação Nordeste. Só que ontem foi o último dia (era isso que eu queria saber) e não precisei fazer matéria. Capicce?

Helena Máximo disse...

Engraçado... é impressionante conhecer os "pudores" das outras pessoas. Hehehehe... Esse blog mudou muito (confesso que faz tempo que eu não passo aqui). Mas teve um tempo que eu vinha e sempre encontrava o mesmo último post. Que bom perder pudores. Eu apóio! ;)
Beijo.